Casa / Brasil / Focinheira para cachorro: em quais casos considerar e como adaptar o seu animal com o acessório?
Cosméticos e perfumaria com preços especiais!

Focinheira para cachorro: em quais casos considerar e como adaptar o seu animal com o acessório?

A focinheira para cachorro é um produto muito comum, mas que ainda divide opiniões dos tutores quanto ao seu uso. A questão é que falta conhecimento sobre as aplicações desse objeto na educação de animais! Embora seja associado a cães reativos e que podem ter algum traço agressivo, a focinheira de cachorro não deve ser relacionada com um castigo ou uma punição, mas sim como um instrumento que vai facilitar a convivência do cachorrinho com outras pessoas e animais. Para entender melhor como a focinheira pode ajudar na rotina do animal e quando ela não deve ser utilizada, nós conversamos com o adestrador Max Pablo, do Rio de Janeiro! Vem tirar suas dúvidas com a gente.

Focinheira de cachorro: por que usar esse produto no seu cão?

Cães que são reativos, agressivos e que podem machucar outras pessoas ou animais em público podem precisar da focinheira. Segundo Max, o produto pode ser utilizado sempre que houver o desejo de deixar o cachorro solto em convívio com outros. Independente se estão na guia ou soltos, alguns cães podem reagir agressivamente a alguma situação como forma de defesa. É o caso da Leia, uma vira-latinha que, mesmo sem querer, pode machucar seus donos e outras pessoas durante uma reação. A Flávia Amaro, sua tutora, faz uso do acessório em várias situações. “Usamos em consultas veterinárias, banhos em pet-shop ou sempre que precisamos tocar muito nela, seja para limpar as patas ou colocar algum remédio. Até durante uma viagem usamos, tudo para evitar maiores acidentes, com a família ou com outras pessoas”, explica.

Focinheira para cachorro não é um objeto de punição!

É muito importante associar a focinheira para cachorro a algo positivo para que o animal se sinta mais confortável ao utilizar o acessório. Mesmo que seja para impedir um ato agressivo, o objeto também pode ajudar a melhorar o comportamento do animal. Flávia conta que, apesar da Leia apresentar desconforto no início, ela sempre usa associações positivas para fazer com que a cadelinha entenda que o produto é uma proteção para ela e também para os outros.

“Se usada da forma correta, com orientação e técnicas adequadas, ela [a focinheira] ajuda muito a melhorar o comportamento do canino. O tutor deve apresentar a focinheira em ambientes e situações agradáveis para o cão, até que ele já se sinta habituado a estar junto a focinheira. Só após o animal estar acostumado com o acessório, então, é que se deve colocar a focinheira no cachorro, sempre seguindo as mesmas regras para associação”, explica o adestrador.

Aprenda como colocar a focinheira de cachorro sem traumatizar o seu amigo

Uma dica eficaz para associar o produto à algo positivo é utilizar petiscos e outras comidas que o seu cão goste. Você pode começar colocando a focinheira perto do animal com os agrados dentro de onde o focinho dele deve ficar para que ele se sinta motivado a colocar o nariz para alcançar os petiscos. Assim, aos poucos, ele vai começar a entender que aquele acessório não causa nenhum mal. 

Quando ele já estiver tranquilo quanto a se aproximar do objeto, tente colocar com delicadeza o acessório no focinho do animal. Ainda assim, mostre a ele que a focinheira não o impede de comer e beber e nem cessa os bons momentos, como brincar, passear e até descansar ao lado do dono em um momento de calma. De início, não deixe seu cão com o acessório por um longo tempo, vá colocando e retirando, sempre com palavras de incentivo. Aos poucos, o animal vai entender que a focinheira não é um problema. 

Focinheira: cachorro de algumas raças obrigados por lei a usar o acessório

Cães das raças Pitbull e suas variações – como Staffordishire, Bull Terrier, American Bully -, além do Rottweiler, Fila Brasileiro, Doberman e Mastim Napolitano, devem usar a focinheira, pois são considerados como raças de potencial agressivo, segundo a legislação brasileira. 

Quando pensamos em um modelo de focinheira, devemos levar em conta o formato do focinho e da boca do cão. Focinheira para Pitbull e focinheira para Rottweiller, por exemplo, devem conseguir prender a boca do animal sem impedir que ele respire e consiga se alimentar, já que essas raças têm um formato de boca mais largo. Por isso, vale uma pesquisa com calma sobre os modelos do produto para achar um que seja ideal para a raça do seu pet. “O melhor modelo é aquele que fique confortável e não impeça que o cão respire e elimine ar quente de forma adequada. Inclusive, algumas guias podem ser adaptadas para criar uma focinheira de forma prática e rápida”, conta Max. Cães braquicefálicos, como PugShih Tzu e as variações do Bulldog, devem usar um modelo diferente dos convencionais por terem o focinho mais curto. 

Ainda assim, é importante reiterar que todo cachorro, seja ele de pequeno, médio ou grande porte que pode vir a atacar outra pessoa ou pet, tem como recomendação fazer uso do item. Não crie associações negativas para o seu cachorrinho quando for usar o produto. Lembre-se que a focinheira é uma segurança para o próprio animal e uma forma de que ele possa conviver melhor em público. 

Fonte: Júlia Cruz – Patas da Casa

Sobre Antenor Gonçalves Neto

Jornalista - DRT 18587/MG

Verifique também

Defesa Civil emite alerta para ventos e ressaca no litoral paulista

A Defesa Civil Estadual de São Paulo emitiu hoje (16) um alerta para ventos fortes que devem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

 

Open chat
1
Olá!
Em que podemos ajudá-lo!

Clique aqui e fale com a gente!